Queda de Pelo em Gatos: 5 Soluções para Resolver o Problema

Para onde quer que você olhe, encontra pelos? Essa não é uma novidade para pessoas que tem pets em casa…

Mas quando a quantidade parece estar além da normal, muita gente fica preocupada.

A queda de pelo em gatos, por exemplo, é normal em alguns momentos.

Mesmo assim, existem casos em que realmente é um problema. E que vai desde alergias mais simples a doenças sérias!

Se você quer saber tudo sobre a queda de pelo em gatos, acompanhe este artigo até o final.

Vamos mostrar todos os motivos e algumas soluções que com certeza irão ajudar o seu bichano. Aproveite!

Motivos naturais da queda de pelo em gatos

Em alguns momentos da vida do seu gato, ele normalmente vai perder pelo, e não há muito o que se fazer quanto a isso.

Quem tem um bichinho de estimação em casa já está até acostumado.

O importante é saber diferenciar a queda natural de quando ela indica problemas.

Primeiro, veja quando a queda de pelo em gatos é uma ocorrência comum:

Ciclo de vida normal do pelo

Todo pelo – e também os cabelos, no nosso caso – tem um clico de vida natural.

Ele nasce, cresce até um determinado comprimento, e depois cai, para ser substituído por um novo fio.

É bem conhecido pela ciência que os pelos dos gatos tem um ciclo de cerca de 3 semanas. Então, com frequência você encontrará alguns pelinhos perdidos por aí.

Idade

blank

Há uma troca de pelagem mais intensa nas mudanças de fase da vida do pet.

Quando um filhote se torna adulto, por exemplo, é normal ocorrer uma substituição da pelagem. Nesse momento haverá uma queda bem mais acentuada.

Com a chegada da terceira idade, acontece a mesma coisa. Por volta dos 8 anos haverá uma nova troca, com a qual você também não precisa se preocupar.

Clima

O clima é outro fator que influencia na queda de pelo em gatos. Quando as temperaturas mudam, é normal também uma troca de pelagem.

Elas ocorrem principalmente com o aumento do calor, na primavera, e do frio, no outono.

É algo mais notável em países com estações do ano mais definidas, como no hemisfério norte.

No Brasil, como as mudanças não são tão bruscas, a queda de pelos nem sempre é muito visível.

Mas se ocorrer nesses períodos, você já sabe que não têm nada de anormal.

Alopecia pré-auricular

Conhecida também como alopecia facial, é quando a queda de pelos atinge somente a área entre os olhos e as orelhas.

Não se trata de uma doença e pode diminuir normalmente com o tempo.

Só requer cuidados veterinários quando, além da perda de pelos, aparecem outros sintomas, como inflamações ou descamações

Problemas que levam à queda de pelo em gatos

Agora é hora de conhecer alguns problemas relacionados à queda de pelo em gatos.

A dica dos especialistas é sempre observar como ocorre a queda.

Geralmente, o maior motivo de preocupação é a queda de pelos localizada, aquela que deixa somente algumas partes do corpo do pet sem pelo.

Mas, atenção! Mesmo assim pode haver queda excessiva e geral.

Veja a seguir alguns casos em que a perda de pelos indica que algo está acontecendo com seu amiguinho.

Queimaduras de sol

Também chamadas de dermatoses solares, as queimaduras de sol não são exclusividade dos humanos que ficam muito tempo na praia ou na piscina…

Seu gatinho que adora um sol pode passar por problema similar!

Essas dermatoses solares afetam mais os gatos com pelagem clara.

Além da queda de pelo em gatos de forma localizada, pode gerar descamação e deixar a área queimada avermelhada, como uma típica queimadura solar.

Para evitá-la, a dica também é uma velha conhecida: evitar que o bichinho tome sol nos horários de pico, das 9h às 15h.

Se o seu gato teve uma queimadura, o ideal é procurar pelo veterinário para a indicação do melhor tratamento.

Estresse

O estresse é um dos principais motivos para a queda de pelo em gatos além do normal.

Seu amigo pode ficar estressado por diversos motivos, e a perda de pelos é somente um dos sintomas.

O estresse pode fazer com que ele se lamba além do normal, o que promove ainda a queda de pelos localizada e até feridas. Fique de olho!

Mudança de ambiente

Quando o gato passa por mudanças de ambiente, é comum que ele se sinta um pouco estressado.

Felinos são apegados ao seu território e podem não se dar bem com as mudanças, fator gerador de estresse e perda de pelos excessiva em todo o corpo.

Por outro lado, ambientes pouco estimulantes também fazem com o gatinho passe a se lamber além do necessário, aumentando a queda de pelos localizada.

Gestação e amamentação

A gestação das gatas e a fase de amamentação dos filhotes também pode gerar certo estresse.

Somado às mudanças hormonais, também gera queda de pelo em gatos por todo o corpo, não sendo localizada.

Em geral, como se trata de algo temporário, não é tão preocupante.

Mas se persistir e a queda for muito intensa, vale a pena trocar uma ideia com o veterinário, até mesmo por conta da saúde da mamãe e dos filhotes.

Pulgas

blank

Numa lista dos principais causadores de queda de pelo em gatos, é claro que elas não poderiam ficar de fora!

Aquela coceirinha das pulgas não é nada legal. E sem os cuidados necessários, acaba levando à queda de pelos.

Com certeza você quer evitar que o problema chegue a tal ponto, ainda mais se convive com seu amigo dentro de casa!

Alergias

Alergias de pele são grandes promotoras de queda de pelo em gatos, e devem ser diagnosticadas pelo veterinário. As mais comuns são:

Dermatite alérgica

Também chamada de atopia, é uma reação alérgica causada por alguma coisa que o gato inalou.

Podem ser micro-organismos prejudiciais, como ácaros ou fungos, ou até substâncias naturais, como o pólen das flores.

Além da queda de pelo em gatos, causa inflamações nas orelhas e vermelhidão em certas partes da pele.

Alergia alimentar

Se seu gato está comendo algo que promove alergias, é bem provável que apresente perda de pelos.

Felizmente, nesse caso basta descobrir a origem do problema e fazer modificações na alimentação.

Uma dica interessante para identificar a alergia alimentar é conferir se o animal se coça mais após comer ou está rejeitando a comida.

Dermatite de contato

Uma reação alérgica a algo externo, pelo contato da pele do gatinho com algo que promoveu irritação.

Pode também causar coceira e bolhas no local.

Doenças de pele

Alguns problemas e condições de saúde que afetam a pele e consequentemente o pelo dos bichanos são:

Foliculite

Infecção nos folículos pilosos, ocasionada pelos diferentes tipos de alergias. Também leva à queda de pelo em gatos.

É geralmente causada por fatores externos e requer cuidados veterinários.

Hipotricose congênita

Como o próprio nome diz, é a perda pelos ou a ausência deles por motivos genéticos.

O pet pode já nascer “pelado” ou perder a pelagem aos poucos.

Como é congênita, a hipotricose não tem tratamento, mas também não faz nenhum outro mal à saúde do gato.

Dicas para combater a queda de pelo em gatos

Agora que você já conhece os principais motivos da queda de pelo em gatos, é hora de começar a combater o problema.

Muitas são dicas simples e de prevenção, fáceis de ser colocadas em prática.

Então, mãos à obra!

1 – Escove seu amiguinho

queda de pelo em gatos

Escovar o gato com frequência é uma boa pedida. A escovação remove o excesso de pelos mortos, evitando que eles caiam pela casa.

Mas não é apenas uma questão de melhorar o ambiente…

Ao remover esses pelos, abre-se espaço para o crescimento de uma nova pelagem saudável e bonita.

A escovação de gatos de pelo longo deve ser feita todos os dias.

Para os de pelo curto, você pode espaçar as escovadas em cerca 3 dias, mas tudo depende da observação do tutor sobre a quantidade de pelos removida.

2 – Fique de olho nas doenças

Como vimos, várias doenças podem ser as causadoras da queda de pelo em gatos.

Em caso de algum sintoma citado anteriormente, corra para o veterinário. Será necessário um diagnóstico e tratamento específico para cada problema.

O médico do seu bichano com certeza vai saber o que fazer e lhe orientar da melhor forma possível!

3 – Controle o estresse

Como há diversos fatores que causam o estresse em gatos, você vai precisar descobrir qual deles está afetando o seu amiguinho para buscar uma resolução.

No caso de mudanças ambientais, como uma mudança de casa, por exemplo, o ideal é tentar deixar o novo local parecido com o anterior. Uma disposição dos móveis similar pode ajudar.

É importante ainda ter calma e esperar pelo tempo de adaptação do bichinho à nova realidade, certo?

Outra forma de controle do estresse é garantir um ambiente estimulante, com prateleiras, redes e outras estruturas que promovem as atividades felinas.

Assim, seu gato terá o que fazer e não ficará estressado nem sem lambendo excessivamente.

4 – Dê um jeito nas pulgas

É algo óbvio, mas que não podemos deixar de fora da lista. Infestações de pulgas causam a queda de pelo em gatos, então, previna-as.

Há muitos produtos que combatem essas parasitas incômodas, sendo um dever de todo tutor garantir essa qualidade de vida para o animal.

5 – Busque a melhor nutrição

Muitos se perguntam se existem remédio para queda de pelo em gatos.

De fato, podemos até dizer que existe, mas não é nenhum remédio industrializado. Felizmente, é algo totalmente natural…

Uma nutrição equilibrada com os melhores nutrientes, como proteínas, vitaminas, minerais e micronutrientes!

Para isso é preciso ir além do básico e fornecer também uma suplementação rica nesses ingredientes.

É pensando em garantir saúde extra para seu amiguinho que foi criado o Longevi Cats, primeiro super suplemento alimentar exclusivo para gatos.

Com ele, milhares de tutores já estão reduzindo a queda de pelo em gatos, além de verem seus pets com o pelo mais brilhante, vistoso e cheiroso.

Para melhorar a saúde da pele e dos pelos, o Longevi Cats é rico em probióticos, micro-organismos vivos que melhoram a flora intestinal e aumentam a imunidade.

Isso reduz drasticamente o risco das principais alergias que causam queda de pelo em gatos.

Ele também tem todas vitaminas e minerais fundamentais para a produção e manutenção de pelos fortes, bonitos e saudáveis.

O Longevi Cats é oferecido em pó, e basta misturar na ração que você já usa.

Adicione um pouquinho de água e pronto! O sabor de peixe vai deixar a comida mais atrativa e seu gatinho vai comer tudo!

Quer conhecer um pouco mais sobre o Longevi Cats? É só clicar aqui e ver a lista de ingredientes naturais e todos os outros benefícios.

Chega de gato com pelos caindo!

Compartilhe nas Redes Sociais

blank
O original e mais reconhecido supersuplemento

Supersuplemento é um suplemento com mais de 2 funções chave, como por exemplo, ajudar a diminuir queda de pelos e aumentar o apetite. Um supersuplemento consegue entregar isso por ter propriedades nutricionais cientificamente validadas a fortalecerem mais de um marcador de saúde.

Você também pode gostar de…

Send this to a friend