Quando o Cachorro Pode Cruzar?

Seu filhotinho cresceu e agora ele já esta “cruzando” na sua perna. Daí você se questiona se já é a hora, se ele já está sentindo esses desejos.

Afinal, Quando o Cachorro Pode Cruzar?

Cachorros filhotes (sejam machos ou fêmeas) podem desenvolver o hábito de querer “cruzar” em pessoas e objetos por quererem testar limites, demonstrarem dominância, e não por já poderem (ou quererem) acasalar. Muitos ainda confundem os hábitos comportamentais dos pets.

Veterinários recomendam que o cruzamento de cachorro só aconteça a partir do 3º cio para as fêmeas e depois dos 18 meses de vida para os machos. Cães de pequeno porte se desenvolvem mais cedo, enquanto os maiores demoram mais tempo para atingir a maturidade. Filhotes que cruzam por um descuido dos tutores podem gerar filhotes fracos e até mesmo com problemas congênitos, pois seus espermatozóides não estão suficiente maduros para gerar outro animal saudável e forte.

Cadelas que têm crias quando muito jovens (antes do terceiro cio) podem ser sofrer abortos com mais frequência e também gerarem filhotinhos com problemas de saúde e prematuros. Além disso, elas não estão aptas para cuidar da cria e normalmente largam os filhotes ou não dão o que eles realmente necessitam.

A diferença de tamanho é um problema no cruzamento de cachorro?

O melhor para garantir a saúde da cadela é que o macho seja, no máximo, do mesmo tamanho que a fêmea. Isso porque, se o macho for maior que ela, os filhotes podem ficar muito grandes, o que tornaria o parto mais complicado (eventualmente ela pode precisar de uma cesárea) e um desgaste maior da mãe no período de amamentação.

Consulte um veterinário antes de embarcar no processo de acasalamento. É importante levar o macho e fêmea escolhidos para um consulta médica. Realize exames para determinar o estado de saúde, se estão desparasitados e vacinados, com bom peso e, no caso das cadelas, se tem condições de gerar, carregar os filhotes e amamentá-los.

Aproveite e peça conselhos ao profissional. Ele indicará a melhor forma do cruzamento acontecer e qual o momento ideal. Lembre-se que o acompanhamento médico deve acontecer também durante o processo de gestação.

Como apresentar os cães?

É indicado que eles se conheçam bem, antes até do período de cio começar. A probabilidade de rejeição diminui muito quando eles já estão acostumados um com o outro. O melhor é que essas socializações ocorram no local onde o cruzamento vai acontecer.

Esse é outro ponto importante: o ideal é que o cruzamento de cachorro aconteça na casa do macho, pois ali ele se sente mais confortável, “dono do território”. A fêmea também costuma ser mais receptiva fora do seu ambiente.

A hora “H”

Permita que o momento aconteça naturalmente. Não force ou interfira. O cruzamento é algo instintivo e precisa acontecer com espontaneidade. Após deixar os animais sozinhos, se afaste para que fiquem confortáveis. Não fique preocupado também se o ato estiver demorando muito. Normalmente dura cerca de 20 minutos, então não interrompa. 

O macho costuma ficar poucos minutos “montado” na fêmea. Depois ele desce e os dois ficam virados de costas um para o outro, com os bumbuns “grudadinhos” por até meia hora. Nesse momento é que a fecundação está ocorrendo, então nunca os separe. Tentar afastá-los a força pode machucar seriamente os órgãos íntimos deles. Deixe que se afastem sozinhos e descansem depois disso.

Compartilhe nas Redes Sociais

[easy-social-share]
blank
O original e mais reconhecido supersuplemento

Supersuplemento é um suplemento com mais de 2 funções chave, como por exemplo, ajudar a diminuir queda de pelos e aumentar o apetite. Um supersuplemento consegue entregar isso por ter propriedades nutricionais cientificamente validadas a fortalecerem mais de um marcador de saúde.

Você também pode gostar de…