Gato Miando Muito? Veja 6 Formas de Minimizar o Miado Excessivo

Miau! Miau! Miau!

Você ouve isso o tempo todo, sem descanso?

Quem ama gatos, sabe que em algum momento eles vão miar. É óbvio, afinal de contas, essa é a linguagem deles!

Mas tudo em excesso acende um sinal de alerta.

Um gato miando muito pode ter outros significados, e seu pet talvez esteja tentando de contar – do jeito que ele consegue – que algo não vai muito bem…

Então, acompanhe este artigo até o final para ver as principais causas de um gato miando muito em casa e como você pode lidar com essa situação!

Motivos de um gato miando muito

A forma de miado que conhecemos é mais comum nos gatos domésticos.

Seus parentes selvagens não costumam miar desse jeitinho que deixa todo mundo com o fofurômetro explodindo…

Os gatos domesticados aprendem a miar para chamar a atenção da mãe quando ainda são filhotes, e depois continuam com esse tipo de comunicação.

Mas quando temos um gato miando muito, devemos tentar descobrir o que está acontecendo. Veja alguns exemplos:

Dor ou problemas de saúde

Se o seu gatinho mia sem parar, ele pode estar querendo indicar alguma dor ou incômodo físico.

O miado de dores agudas geralmente é intenso e longo, e com certeza vai chamar a sua atenção. Nesse caso, leve seu amigo imediatamente ao veterinário!

Outras dores menos intensas também podem resultar em um gato miando muito. O incômodo leva o pet a “reclamar”, então é bom ficar de olho.

Mas esse som constante e não tão intenso tem também diversos motivos, como veremos na sequência.

Chamar atenção

Como é uma das principais formas de comunicação, o miado do seu gatinho às vezes é simplesmente um meio de chamar sua atenção.

O problema é quando se tem um gato miando muito, por querer atenção o tempo todo!

E nem sempre podemos atender, não é mesmo?

O ideal é responder o pet quando você quiser e puder, caso contrário, vai acabar ensinando um comportamento errado.

E aí… Ele vai te “chamar” toda hora!

Carência ou tédio

gato entediado

O contrário do item anterior também é verdade.

Sabemos que os gatos são animais um pouco mais independentes, mas mesmo assim, precisam de alguma interação ou podem ficar carentes e entediados.

Nunca deixe de interagir com o seu bichinho, ainda mais quando ele estiver disposto a brincar (o que de quebra vai garantir atividade física para o pet).

Medo

Outro incômodo que costuma deixar seu gato miando muito é o medo.

Ocorre especialmente quando ele se sente acuado, e nesses momentos é melhor ter cuidado.

Ao se sentir ameaçado, o pet costuma até ficar agressivo.

Estresse

Gato miando por causa de estresse? Sim, também é uma realidade!

Os miados repetitivos, em um tom mais baixinho, podem indicar que o bichano está estressado.

Segundo a ciência, há vários motivos para o estresse felino, como:

  • Mudanças ambientais
  • Idas ao veterinário
  • Falta de atividade física
  • Chegada de novos membros na família (tanto pessoas quanto animais)
  • Visitas diferentes em casa
  • Não gostar da comida

Para entender cada um desses itens e saber mais sobre o estresse felino, clique aqui para ver nosso artigo exclusivo sobre o tema.

Ele conta também com algumas dicas para cuidar do seu gatinho estressado!

Incômodo com o ambiente

Às vezes o que está bom para você, não está bom para o seu gato!

Estamos falando do ambiente em que ambos vivem…

Um gato miando sem parar talvez seja um pedido de alerta sobre o ambiente, como excesso de frio ou calor (vamos combinar, esse último é bem mais comum no Brasil…).

Tentar melhorar a temperatura do local é uma alternativa para ver se ele reduz os miados.

Outro incômodo ambiental comum são as mudanças no ambiente.

Como já comentamos em diversos artigos por aqui, os gatos são bastante apegados à sua rotina e a seu território.

Uma simples reorganização da casa, com móveis novos ou em lugares diferentes, já é suficiente para gerar certo estresse no animal.

Se for uma mudança de casa… Pior ainda!

Fome ou comida que não agrada

Sim, seu gatinho pode estar miando sem parar por fome!

Essa seria uma ocorrência relativamente normal. É apenas um aviso de que o estômago está roncando, e deveria passar quando o pet é alimentado.

Pelo menos deveria…

Você sabe como os gatos são exigentes com a comida.

Muitas vezes, mesmo comendo um pouco da ração que você oferece, eles continuam miando.

Isso significa que o bichinho quer mais, mas não significa que ele quer a comida está recebendo!

Pois é, um gato miando muito pode ser o pedido não só de um sabor diferente, mas uma reação à falta de nutrientes.

Vamos ver como resolver o problema daqui a pouco…

Agora, é sempre bom deixar claro que é normal um gato miando por vários outros motivos.

Dependendo do tipo de miado, essa vocalização tem outros significados, não necessariamente ruins.

Já fizemos um texto explicando sobre 9 tipos de miado de gato e o que eles significam. Você pode conferir clicando aqui.

Agora, veja algumas dicas para resolver os casos de gato miando muito (e às vezes nem te deixando ter uma boa noite de sono)…

Dicas para quem tem um gato miando muito em casa

gato miando muito

Muitas dessas dicas requerem algo necessário não só para os animais domésticos, mas também para os tutores.

A disciplina!

Quase sempre uma mudança de hábitos nossa se reflete no comportamento dos pets. Veja alguns exemplos:

1 – Tenha horários certos para dar a comida

Essa é uma dica básica, mas muita gente ainda se esquece.

Para ter um animal de estimação, deve-se ter responsabilidade!

Para evitar um gato miando muito por sentir fome, a primeira coisa é dar a quantidade correta de ração.

Atente-se ao rótulo da comida e dê as quantidades certas de acordo com o tamanho e idade do seu gato.

Em caso de dúvidas, o veterinário pode ajudar.

Além disso, você precisa organizar bem os horários de alimentação.

Ao dar a ração sempre na mesma hora e respeitando o espaço de tempo entre as refeições, também se evita que o bichinho fique faminto e miando pela casa!

E tem ainda a questão da qualidade. Continue lendo para descobrir…

2 – Disciplina na hora de dormir

Essa dica é ainda mais importante para pessoas que acabam de adotar um gatinho.

Ele precisa se acostumar com a rotina da casa, sabendo qual é a hora de dormir!

Ofereça um cantinho aconchegante e escuro, mantendo certa disciplina com os horários de “ir pra cama” e se levantar.

Isso evita um gato miando no meio da madrugada para chamar a atenção.

Se o pet é novo em casa, tenha paciência até ele se adaptar, e tente aos poucos acostumá-lo.

3 – Gaste a energia do bichinho

Como evitar o estresse, que pode deixar seu gato miando excessivamente?

A resposta é algo que vale também para os humanos…

Já sabe?

Sim, a atividade física!

Os gatinhos precisam se exercitar com frequência para gastar energia, tanto física quanto mental.

E você nem precisa matriculá-lo em uma academia…

Apenas garanta atividades felinas, que vão desde brincadeiras a um ambiente estimulante.

4 – Reforce atitudes positivas

Já demos essa dica mais acima, mas vale a pena repetir…

Se você tem um gato miando muito, tome cuidado para não reforçar esse hábito!

Muitos tutores dão atenção todas as vezes que o animal mia (mesmo para dar uma bronca), e acabam conseguindo o efeito oposto do que queriam…

O gato interpreta que alcançou o objetivo com o miado ao ver que você sempre o atende!

Então, reforce os miados só quando realmente quiser, como quando estiverem brincando e se divertindo, por exemplo.

5 – Ofereça um ambiente agradável

blank

Tem um gato miando muito em casa por estar entediado?

É mais comum do que imaginamos, afinal, muitos pets (não apenas felinos) acabam ficando sem ter o que fazer.

Isso traz até problemas de saúde!

Portanto, promova um ambiente estimulante.

Uma simples visita ao pet shop será suficiente para conhecer várias opções de brinquedos para arranhar, morder, além de estruturas para escalar, subir e pular.

6 – Forneça a nutrição adequada

Hoje, boa parte dos veterinários já estão indicando um acréscimo de nutrientes para nossos animais de estimação.

Se eles conseguem todas as proteínas, vitaminas e minerais necessários para uma ótima saúde, com certeza ficarão mais ativos e menos estressados.

Além disso, outros elementos, como probióticos e micronutrientes naturais fazem a diferença!

O problema é que mesmo as rações mais premium não têm todos esses ingredientes, pois elas são produzidas para durarem meses (e até anos) nas prateleiras sem estragar.

Foi pensando nisso que surgi o Longevi Cats, o primeiro super suplemento exclusivo para gatos, feito 100% de matéria prima natural!

Ele é um suplemento em pó, com sabor de peixe, que basta misturar na ração que você já usa.

Coloque um pouco de água e pronto! A ração seca se transforma em uma deliciosa ração úmida (e muito mais nutritiva).

O Longevi Cats conta com um blend premium de 42 nutrientes, vitaminas, minerais e micronutrientes – que ajudam a reduzir os fatores que resultam em um gato miando muito.

– Com a ração mais saborosa e nutritiva por causa do Longevi Cats, seu gato vai gostar da comida ter mais saciedade, evitando os miados de fome e falta de nutrientes;

– Com aminoácidos, vitaminas e minerais, ele vai ficar mais ativo e animado para brincar, correr e pular. Mais atividade física, menos estresse e miados excessivos!

– O Longevi Cats tem ingredientes que aumentam a imunidade, como os probióticos, e a saúde mental, como a spirulina. Sem dores, doenças e com a capacidade cognitiva em dia, com certeza você terá um gato miando menos!

Quer saber tudo sobre o Longevi Cats?

Então clique aqui e conheça essa novidade cada vez mais indicada por veterinários e especialistas em comportamento animal!

Compartilhe nas Redes Sociais

[easy-social-share]
blank
O original e mais reconhecido supersuplemento

Supersuplemento é um suplemento com mais de 2 funções chave, como por exemplo, ajudar a diminuir queda de pelos e aumentar o apetite. Um supersuplemento consegue entregar isso por ter propriedades nutricionais cientificamente validadas a fortalecerem mais de um marcador de saúde.

Você também pode gostar de…