Gato Chorando: 7 Motivos e o que Fazer para Resolver

Identificar um gato chorando nem sempre é fácil…

Como são animais independentes, nem sempre eles expressam de maneira intensa o que estão passando.

Geralmente, pode-se dizer que o bichano está chorando quando ele emite miados altos e finos. Mas, quais os motivos para isso?

Acompanhe o artigo de hoje para descobrir e conferir algumas dicas para melhorar a saúde do seu pet!

Gato lacrimejando ou chorando?

A primeira coisa é entender a diferença entre um gato chorando ou lacrimejando.

Os gatos (e também os cachorros) não choram como nós, produzindo lágrimas.

Quando um gato lacrimeja, não significa que ele está chorando, triste ou algo do tipo…

O líquido é apenas uma secreção produzida como resposta a alguma irritação ou corpo estranho no local, como ciscos ou pelos incômodos.

Se o excesso de lágrimas persistir, é uma boa ideia conversar com o veterinário – especialmente se a lágrima não estiver límpida, apresentar aspecto viscoso ou alguma coloração.

Se acontecer, não pingue nada nos olhinhos do seu gato sem antes conversar com o veterinário para um diagnóstico correto.

Fazer isso será colocar a visão do seu gatinho em risco!

Principais motivos para um gato chorando

gato chorando

Agora sim, vamos falar especificamente do gato chorando – de verdade, não só lacrimejando…

Pois bem…

Os amantes dos felinos já devem saber que é mais comum que isso aconteça quando eles são filhotes.

Mas tenha atenção, poque gatos adultos e idosos também podem chorar.

E geralmente o comportamento indica algum problema…

Veja os motivos para o choro dos gatos, dependendo da fase da vida:

– Filhotes

1 – Saudade

Se você acabou de adotar um filhotinho, saiba que ele pode estar chorando por saudade da mãe.

É uma fase de adaptação à nova realidade, então, todos os que têm um filhote de gato chorando em casa devem ter um pouco de paciência.

Com o tempo, o problema tende a passar!

Se o choro persistir por muito tempo, aí sim é hora de conferir se não há nada a mais incomodando o pet.

2 – Medo

É um problema similar ao anterior.

O medo dos filhotes está associado à sua situação, com uma nova família, um novo ambiente e até comida nova – afinal, ele estava somente mamando até pouco tempo atrás…

E da mesma forma, tudo depende de paciência para a adaptação e de fornecer um cantinho para o pet se sentir seguro.

3 – Fome

Como você deve saber, é normal os bebês chorarem quando têm fome, já que eles não têm outra forma de externarem o que estão sentindo.

Com os bebês gatos acontece a mesma coisa!

Aquele miado choroso pode indicar que a barriguinha está roncando.

Hora do rango!

4 – Frio

Alguns filhotes tendem a sentir mais frio, e quando isso ocorre, o resultado é um gato chorando ou reclamando bastante.

Garanta um ambiente agradável e um cantinho quente para o seu filhotinho. Cuidado com os locais muito abertos e expostos ao vento!

Além disso, hoje existem camas para gatos bem felpudas e quentinhas, ideais para os locais mais frios.

Outra opção simples é uma matinha para aquecer o pequenino. Quem é que não adora se enrolar no inverno?

E tem mais…

Além de protegê-lo do frio, um lugarzinho protegido e aquecido vai fazer com que o filhote se sinta mais confortável e protegido, ajudando na adaptação.

É algo muito importante nessa fase!

– Adultos e idosos

5 – Mudanças de rotina ou ambiente

Um gato chorando pode ser sinal de dificuldade de adaptação a um novo ambiente.

Assim como ocorre com os filhotes que vão para um lugar novo, as mudanças podem incomodar os mais velhos.

blank

Gatos são muitos apegados e acostumados ao seu território, e quando algo muda… Não é incomum que haja problemas!

A ida para um novo lar ou até uma reorganização dos móveis costumam afetar os gatinhos, levando alguns ao estresse e a esse miado choroso.

Obviamente, a melhor forma de combater o problema é evitar as mudanças, mas sabemos que nem sempre isso é possível, não é mesmo?

Nas situações em que o animal é levado para uma casa nova, a dica é tentar manter o mobiliário nas posições da antiga residência o máximo possível.

E, é claro, ter um pouquinho de paciência para a adaptação do seu amigo.

Além de um gato chorando, o estresse da mudança pode gerar outros sintomas, como a queda excessiva de pelos, por exemplo.

Para conferir nosso post especial sobre queda de pelos em gatos, clique aqui.

6 – Dores ou outros problemas de saúde

Esse é um dos motivos mais óbvios, mas vale a pena ressaltar.

Gato chorando com frequência pode indicar que ele está sentindo alguma dor!

Se o seu gato está nessa situação, observe-o procurando algum sintoma que possa ser uma pista de doenças.

Procure por caroços, secreções ou ferimentos, que são sinais de algum problema mais grave.

Havendo qualquer alteração, não deixe de levar seu amiguinho ao veterinário para uma avaliação mais completa. O quanto antes, melhor!

7 – Disfunções cognitivas

Se o gato chorando for mais velho, há ainda a possibilidade de se tratar de alguma perda cognitiva.

Os gatinhos idosos podem passar por episódios de desorientação, o que resulta em lamentos parecidos com um choro.

Gato chorando: o que fazer

Observando seu pet

Se o seu amiguinho está chorando, a primeira coisa a fazer é observar bem para identificar o motivo. A lista que acabamos de mostrar vai ajudar bastante!

Uma vez que você souber o que está acontecendo, poderá agir para minimizar ou até mesmo resolver o problema.

Como vimos, algumas vezes basta aguardar pela adaptação, como no caso dos filhotes.

Em outros momentos, será preciso tomar uma atitude, como melhorar o ambiente do gatinho, dar comida, deixá-lo confortável, quentinho e seguro.

Já no caso de gato chorando por causa de problemas de saúde, não tem jeito.

Leve ao veterinário o mais rápido possível, pois só o profissional poderá fazer o diagnóstico correto e a indicação de algum remédio ou tratamento.

Melhorando a saúde física e mental do seu amigo

Uma coisa é certa: se você se preocupa com a saúde do seu pet, com certeza vai querer evitar ou minimizar a possibilidade de ter um gato chorando em casa.

A prevenção é sempre bem-vinda. E a melhor forma de fazer isso é por meio da nutrição!

blank

Veja o exemplo do que aconteceu com os humanos nos últimos séculos…

Ao olharmos para todas as estatísticas, está claro que hoje vivemos por mais tempo e com mais saúde.

Junto com os avanços da medicina, para tratar doenças, foi a melhora da nossa nutrição que elevou nossa saúde e nossa longevidade a outro patamar.

É só notar como as novas gerações têm mostrado níveis médios de QI maiores que as anteriores… Estão mais altas e fortes…

Em outras palavras, são mais saudáveis!

Tudo isso aconteceu quando deixamos de comer apenas os nutrientes básicos, como faziam nossos antepassados primitivos, e colocamos na nossa dieta mais vitaminas, minerais e micronutrientes que antes não comíamos.

Se você como só arroz com feijão e mais nada, todos os dias, pode ter certeza de que algo não vai dar certo.

Então, por que fazer o mesmo com os nossos animais de estimação?

Não está na hora de fornecer para eles a possibilidade de darem um passo adiante na nutrição?

É assim que vamos ter pets que vivam mais, com mais saúde, evitando um gato chorando de dor ou com outras doenças que seriam facilmente evitadas.

É pensando nisso que surgiu o Longevi Cats, o primeiro suplemento alimentar para gatos.

Ele é um blend premium com 42 nutrientes e micronutrientes que turbinam a saúde do seu animalzinho de estimação.

A fórmula exclusiva do Longevi Cats foi desenvolvida especialmente para garantir tudo que seu gato precisa – e mais um pouco, pois o objetivo é ir além…

Para ter uma super saúde, o seu bichano vai contar com:

Um blend felino de aminoácidos, vitaminas e minerais

Os nutrientes essenciais para fornecer energia de forma equilibrada, além de promover músculos saudáveis.

Isso evita o sedentarismo, para que seu gatinho corra e pule por aí, mantendo um corpo e uma mente saudáveis.

Lembre-se que uma dieta equilibrada é o segredo para melhorar a disposição e o ânimo, otimizando a saúde emocional.

Enzimas digestivas e probióticos

Por acaso você já ouviu falar da flora intestinal?

Ela não é exclusividade dos seres humanos. Os animais também têm!

Os probióticos são as bactérias boas, que colonizam os intestinos e formam uma flora intestinal equilibrada.

O resultado é uma boa digestão, a assimilação correta das vitaminas e regulação do peso.

Evitando a obesidade, com certeza se evitará problemas futuros nas articulações – que costumam deixar os gatos chorando de dor.

O Longevi Cats é um super suplemento em pó, para misturar com a ração que você já usa.

Coloque um pouco de água e terá uma ração úmida sabor peixe, aumentando o interesse do pet pelo alimento.

Além de garantir mais saúde para seu amiguinho, vai resolver aquele velho problema dos gatos que recusam a comida…

E então, está pronto para mudar radicalmente pra melhor a vida do seu gato?

Clique aqui e conheça todos os detalhes do Longevi Cats. Ele vai te agradecer!

Compartilhe nas Redes Sociais

[easy-social-share]
blank
O original e mais reconhecido supersuplemento

Supersuplemento é um suplemento com mais de 2 funções chave, como por exemplo, ajudar a diminuir queda de pelos e aumentar o apetite. Um supersuplemento consegue entregar isso por ter propriedades nutricionais cientificamente validadas a fortalecerem mais de um marcador de saúde.

Você também pode gostar de…