6 Cuidados com Seu Cachorro nas Festas de Fim de Ano

Quem tem cães em casa sabe o quanto o movimento de fim de ano pode afetá-los. 

São muitas festas, pessoas diferentes, barulhos que incomodam e uma série de fatores que podem estressar o seu cachorro – e em alguns casos, oferecer riscos à saúde dele.

Por isso, separamos algumas dicas para que o seu melhor amigo também aproveite as festas!

Alimentação

Nesse período de confraternizações é quando a família se reúne para celebrar em volta de uma mesa cheia de pratos gostosos e sobremesas excepcionais! 

Porém, é também nesses dias que os cães ficam rodeando a mesa, em busca de algo que possa cair no chão…

Ou esperando “ganhar de presente” alguma das delícias de Natal.

blank

É preciso redobrar a atenção quanto a isso, pois nossos cães não são (e nem devem ser) acostumados com esse tipo de alimento humano.

Muitos alimentos da ceia podem levar à intoxicação alimentar, podendo causar quadros graves de diarreia e vômito.

Importante lembrar também que o fígado dos nossos cachorros não digere bebida alcoólica, portanto, nenhuma simples lambida na taça é permitida!

Convidados e crianças

Ao receber os convidados em casa,  saiba que a agitação e o barulho podem deixar os cães assustados e estressados.

Se tiver crianças brincando pela casa, redobre a atenção. 

O simples fato do “corre-corre” já causa incômodo aos animais, sem falar que alguns querem costumam tentar agarrar o cachorro. 

Nesse momento, até mesmo os mais dóceis podem apresentar agressividade devido ao estresse.

Então, cuidado!

Decoração 

Pode parecer estranho, mas se você tem um cachorro em casa, deve pensar nele até na hora da decoração.

Algumas plantas típicas do Natal, como o Azevinho e a Poinsétia, são tóxicas para nossos pets, devendo ficar fora de alcance.

blank

O azevinho e a poinsétia são duas plantas típicas do fim de ano, mas são tóxicas para os cães

Além disso, há também o risco de:

  • engasgos e ferimentos por ingestão de enfeites, como bolas e estrelas de Natal
  • queda da árvore de Natal sobre o cão
  • choques elétricos devido à decoração

Com um pouco de cuidado, é possível evitar todos esses problemas e manter o seu cachorro seguro.

Embrulhos de presente

Outro perigo para os nossos cães são os embrulhos dos presentes. 

Muitos cachorros são atraídos por sacolas, sacos plásticos, fitilhos e outros componentes, vendo-os como um brinquedo.

Atenção: sem os devidos cuidados, esses itens podem causar sufocamento e obstrução do trato digestivo se forem ingeridos.

Em casos graves, pode haver risco de vida e a necessidade de intervenção cirúrgica.

Portanto, após a abertura dos presentes, mantenha as embalagens fora de alcance dos animais!

Roupas e fantasias para os cães

Muita gente gosta de fantasiar seu cão de Papai Noel, ou apenas colocar um look especial para a ceia. 

Podemos até concordar que é muito fofo ver nosso filho de quatro patas com uma roupinha diferente.

Porém, a maioria deles não está acostumado com esse tipo de situação, o que pode gerar incômodo ou até mesmo um estresse desnecessário.

Se seu cachorro não está habituado com roupinhas ou trajes especiais, não o force a usar neste momento. 

Capriche na decoração do ambiente (com os cuidados já comentados acima) e deixe seu amigo curtir as festas de forma natural!

Fogos de artifício

Sabemos que os animais sofrem muito com os fogos de artifício nessa época de final de ano. 

Por terem a audição muito mais aguçada que a dos humanos, a tradicional hora da celebração com os fogos se torna um verdadeiro pesadelo para os nossos cães. 

fogos de artifício

Pensando nisso, algumas medidas podem ser tomadas para amenizar o sofrimento dos bichinhos nesse momento. Veja:

1 – Jamais deixe o cão sozinho em casa. Se for viajar, deixe com alguém de confiança ou um hotelzinho apropriado.

2 – Feche as portas e janelas, o que pode evitar que seu cão fuja e/ou seja atropelado durante os barulhos que o deixam desorientado. Cuidado com locais com grades, por onde o cão pode tentar fugir, ficar agarrado e se machucar.

3 – Mantenha o cachorro em um ambiente calmo, de preferência o mais silencioso da casa, ficando perto dele.

4 – Outra ótima dica que costuma funcionar é colocar algodão no ouvido do cachorro, a fim de amenizar o incômodo auditivo.

5 – Durante os fogos, você pode dar um abraço apertado no seu amigo de quatro patas! Estudos já comprovaram que a pressão moderada no corpo do animal auxilia na redução do estresse e ansiedade. 

Então, mantê-lo nos seus braços, além de proporcionar segurança, pode deixá-lo mais calmo até os fortes barulhos acabarem 

6 – Manter o local com música ambiente tranquila e luz calmante, como as usadas na cromoterapia, também são ótimas ideias para deixar o cão mais equilibrado e calmo. 

Para ver mais dicas que podem ajudar a superar o momento dos fogos de artifício, você pode clicar aqui e ler um post especial sobre o assunto.

Seguindo esses cuidados você e seu cachorro com certeza terão um fim de ano mais tranquilo e saudável.

Boas Festas!

Compartilhe nas Redes Sociais

[easy-social-share]
blank
O original e mais reconhecido supersuplemento

Supersuplemento é um suplemento com mais de 2 funções chave, como por exemplo, ajudar a diminuir queda de pelos e aumentar o apetite. Um supersuplemento consegue entregar isso por ter propriedades nutricionais cientificamente validadas a fortalecerem mais de um marcador de saúde.

Você também pode gostar de…