Cachorro Triste e Deprimido: 9 Motivos para Ficar Atento

Cachorro triste é algo que realmente existe?

Bom, qualquer tutor que convive todos os dias com seu melhor amigo, já notou que sim.

Nós sabemos como eles expressam as emoções.

A felicidade quando chegamos em casa… A alegria de passear e brincar…

Mas, infelizmente, sim: cachorros também se entristecem!

Embora possa ser algo relativo a acontecimentos comuns, cachorro triste e deprimido pode significar que há algo de errado.

E isso vale tanto para a saúde física quanto psicológica!

Hoje, vamos conhecer um pouco mais sobre os motivos da tristeza e depressão caninas. Confira!

Principais sinais de depressão em cachorros

Quando o assunto é cachorro triste e deprimido, a primeira coisa que você precisa entender é que nem sempre o que está acontecendo é de fato tristeza.

Lembre-se que os cachorros evoluíram com os humanos, e eles sabem “ler” muito bem os nossos sentimentos e comportamentos.

É por isso que eles fazem aquela carinha de pidão quando querem algo.

A ciência já comprovou que nossos amigos desenvolveram essa habilidade convivendo com a gente!

Eles simplesmente descobriram como nos convencer para ganharem o que querem… E o traço foi passando de geração em geração!

Portanto, é importante estarmos atentos se o cachorro realmente está triste ou apenas tentando chamar a atenção.

blank

Além disso, algumas raças têm bastante personalidade e chegam a ser teimosas, o que não pode ser confundido com tristeza.

Você é a melhor pessoa para concluir se seu cão está deprimido, afinal, convive com ele e o conhece melhor do que ninguém!

Agora, veja alguns sinais reais em cachorro triste e deprimido:

Mudanças de comportamento

Fique de olho em mudanças mais bruscas de comportamento. O cachorro triste tende a se isolar, ficando em algum canto da casa.

Eles podem ainda se mostrar sem energia nem interesse pelo que gostam, como brinquedos ou petiscos preferidos.

Alguns chegam a evitar olhar para o tutor diretamente.

Outros comportamentos que podem indicar tristeza e depressão são:

  • Bocejos frequentes
  • Ficar lambendo o nariz a todo momento
  • Coceira excessiva

Desânimo para brincar

Seu cachorro costuma brincar e correr muito, mas, de repente, está mais quieto?

Esse é mais um sintoma de tristeza e depressão em cães, especialmente em cachorros jovens, já que os mais idosos podem perder um pouco do interesse pelas brincadeiras.

Vale a pena conferir se o desânimo para brincar é natural ou sintoma de algo mais sério.

Automutilação

Cachorro triste e depressivo também desenvolve o comportamento de morder as próprias patas e o rabo.

Eles chegam até mesmo a provocar feridas na pele!

Em alguns casos, esse comportamento pode ser sinal de estresse.

Portanto, observe se ele se combina com outros sintomas descritos aqui.

Agressividade

Seu cão era dócil e simpático, mas de repente está avançando e até tentando morder a família?

Essa agressividade repentina é como um pedido de socorro, podendo significar tanto tristeza quanto algum outro problema de saúde.

Perda de apetite

Um cachorro triste e quieto costuma também perder o apetite.

Tutores que já passaram por isso sabem como é. Às vezes, eles deixam de lado até mesmo as comidas preferidas!

Trata-se de algo sério, pois pode levar à desnutrição, perda de imunidade e a outras doenças.

Perda de peso

Comendo menos ou não, todo cachorro triste pode apresentar tendência a perda de peso.

Portanto, esse é mais um sinal de que há algo realmente errado com o seu pet.

Cachorro triste ou tutor triste?

É impressionante como nossos cachorros nos ajudam. Muitas vezes, achamos que eles estão com algum problema…

Quando na verdade, somos nós que precisamos de ajuda!

Felizmente, temos nossos amigos para nos alertar, e devemos ser muito gratos.

Saiba que os cães são animais ligados a nós e extremamente empáticos, ou seja, eles refletem as nossas emoções!

Então, se seu cachorro anda triste e deprimido, você já se perguntou como está o seu estado emocional?

É isso mesmo. Cachorro triste e deprimido pode ser reflexo de um tutor também entristecido e depressivo!

Talvez, a mudança do seu comportamento e estado mental é o que seu cão precisa.

Pode ser inclusive um indicativo para buscar um atendimento psicológico especializado – no caso, para você!

Quando se sentir melhor, tenha certeza de que seu amigo também ficará muito mais feliz.

Cachorro triste: o que pode ser

Veja agora os principais motivos que podem deixar seu cachorro triste e deprimido.

1 – Mudança de ambiente

Imagine um animal que mora em uma casa com um grande quintal, onde costuma correr no gramado o dia todo.

Agora pense no que aconteceria se ele mudasse para um apartamento pequeno, ou mesmo para uma outra casa…

Pois é! Essa mudança de ambiente pode ocasionar um quadro de tristeza no seu cãozinho.

2 – Sentir falta de entes queridos

Assim como nós, quando perdemos alguém que amamos, nosso cachorro também se entristece.

É algo que pode ocorrer quando algum membro da família – humano ou canino – falece ou viaja.

Há casos inclusive de cachorro triste após o divórcio dos tutores. Afinal, ele não entende a bem a situação, ficando com saudade de quem estava sempre por perto.

3 – Perda de um brinquedo

Cachorros que perdem algum brinquedo que gostam podem também se mostrar tristes e cabisbaixos.

4 – Ciúmes

Quem tem outros cães ou crianças em casa pode já ter passado por essa situação.

Quando chega um novo membro da família, o cão pode sentir que perdeu um pouco da atenção que tinha antes, ficando mais triste.

Tanto bebês quanto novos animais podem ser o motivo de um cachorro triste e quieto.

cachorro triste e com ciúme

5 – Maus tratos

Bom, não é nem preciso explicar muito que animais que passam por situações de maus tratos podem demonstrar tristeza e depressão.

Quem já adotou um animal com esse histórico sabe como eles são arredios no começo, pois infelizmente não tiveram boas experiências anteriores com humanos.

O normal é que, com o tempo, o cão passe a confiar na nova família que o trata bem, perdendo o medo e a tristeza.

6 – Punições erradas

Sabemos que você tenta o melhor para educar o seu cachorro. Mas, às vezes, tentando acertar, acabamos fazendo a coisa errada.

É muito comum donos que punem o animal em excesso quando ele se comporta mal, gritando ou até mesmo batendo.

Esse tipo de punição, além de não educar o pet da forma certa, prejudica seu estado mental.

Seja mais positivo na hora de ensinar, focando em recompensar comportamentos certos.

Apenas punir quando ele erra não adianta. E em excesso, pode resultar em um cachorro triste e até com medo.

7 – Solidão e falta de atenção

Os cães são animais sociáveis, que se sentem parte de uma matilha.

Quando ficam muito tempo sozinhos, tendem a se sentir tristes e até depressivos.

Se é algo que ocorre com frequência, pior ainda!

Há ainda aqueles tutores que não dão a devida atenção ao bichinho.

Nós sabemos que não é por mal, pois muitas vezes os dias são muito corridos.

Mas se você escolheu ter um cachorro, deve ser responsável por dar atenção a ele. Caso contrário, ele pode sentir-se solitário e triste, mesmo com pessoas por perto.

8 – Brigas com outros animais

Seu amiguinho é um pouco brigão? Costuma aprontar confusão na vizinha ou em casa com outros cachorros?

Brigas entre cães podem deixá-los prostrados e tristes.

9 – Falta de nutrição adequada

É óbvio, se seu pet não consegue todos os nutrientes necessários diariamente, ele vai se sentir fraco e desmotivado, aparentando estar triste.

Pense em você mesmo: você conseguiria fazer todas as atividades do seu dia, com bom humor e energia, sem consumir proteínas, vitaminas e minerais sufucientes?

Seu cachorro também não!

Dicas para acabar com a tristeza e a depressão canina

Promova a atividade física

Assim como no caso dos humanos, atividade física é fundamental para a saúde e felicidade dos cachorros.

Animais que correm, passeiam e brincam são mais saudáveis, porque eles gastam energia e reduzem o estresse.

Por sorte, seu cão não precisa ir à academia… Basta se divertir com atividades diárias!

Mas lembre-se que ele depende da sua ajuda para isso, ok? Não o decepcione!

Garanta um ambiente atrativo

Os cachorros foram domesticados há muito tempo, mas eles mantêm seus instintos.

O problema é que muita gente esquece disso, tratando os cães como humanos!

Não estamos querendo dizer que você não deve amar seu amigo como um membro da família…

Mas é necessário garantir um ambiente que estimule esses instintos, atendendo necessidades naturais do seu pet.

É o que garante maior estímulo e gasto de energia mental, evitando o tédio e a tristeza.

Prepare um ambiente estimulante para seu cachorro. Você pode usar brinquedos inteligentes.

Um bom exemplo são aqueles onde se esconde comida, levando o cão a gastar um bom tempo tentando pegar o lanche.

cachorro com brinquedo inteligente

Outra dica é simplesmente esconder alguns petiscos pela casa.

Assim ele pode usar o faro em uma caçada de mentirinha, e com uma boa recompensa no final!

Um cachorro triste geralmente não tem esse tipo de de necessidade atendida.

Seja mais presente

Por tudo o que já dissemos até agora, fica clara a importância de estar presente.

Seu cachorro adora sua companhia, pois ele o vê como parte da matilha.

Mas lembre-se do que falamos no item sobre atividade física: não basta só estar junto, é preciso interagir!

Forneça alimentação adequada

A nutrição é fundamental para se evitar um cachorro triste e deprimido.

E nós sabemos que você se esforça, muitas vezes comprando rações caras, para garantir o melhor para o seu amigo peludo.

Mas nem sempre é o suficiente…

As rações top de linha podem até ter os nutrientes básicos que os cães precisam…

Mas para dar um salto adiante, é preciso também de micronutrientes.

É assim que a expectativa dos humanos aumentou muito nos últimos tempos. Porque passamos a nos alimentar melhor!

Então, por que não garantir isso também para o seu cachorro?

E mais: a felicidade canina está diretamente ligada à dieta.

Por isso o Longevi, o primeiro super alimento para cachorros, funciona tão bem para reduzir a tristeza e depressão em cães.

Ele é um blend com 42 micronutrientes e 3 nutrientes, sem conservantes, aditivos ou ingredientes artificiais.

Basta colocar o Longevi na ração que você já usa, deixando ainda mais gostosa com o sabor de bacon do suplemento.

Quer entender um pouco melhor? Então clique aqui e entenda tudo nas palavras de um especialista.

Julinho Casares, apresentador do programa Bom pra Cachorro e do quadro “Enquanto meu dono não vem”, da Record, gravou um vídeo especial explicando os benefícios do Longevi.

Cachorro triste e deprimido não é normal. É hora de trazer de volta a felicidade do seu amigo – e ainda garantir que ele viva melhor e por mais tempo ao seu lado!

Compartilhe nas Redes Sociais

[easy-social-share]
blank
O original e mais reconhecido supersuplemento

Supersuplemento é um suplemento com mais de 2 funções chave, como por exemplo, ajudar a diminuir queda de pelos e aumentar o apetite. Um supersuplemento consegue entregar isso por ter propriedades nutricionais cientificamente validadas a fortalecerem mais de um marcador de saúde.

Você também pode gostar de…