Cachorro Dormindo Muito? Veja os 3 Fatores que Interferem no Sono do Pet

Você olha para o lado e lá está o seu cachorro dormindo…

Totalmente relaxado, sonhando como um anjinho, cada hora em uma posição diferente!

E não é pouco…

Muitos tutores notam o cachorro dormindo por longas horas… Parece até que eles passam o dia todo na vida boa.

É nesse momento em que vem a pergunta: será que é um comportamento normal? Ou meu cão está dormindo além da conta?

Existem alguns fatores que explicam como funciona o sono dos cães – e porque, às vezes, eles parecem dormir tanto.

Enquanto uns são totalmente normais, outros podem ser sinal de alguma disfunção no organismo.

Acompanhando este artigo até o final você irá descobrir quais são eles e entender um pouco melhor as sonecas do seu amigão.

Só não vale ficar com inveja desses dorminhocos, hein!

Cachorro dormindo muito: entenda

Embora possa gerar preocupação, é normal que os cães durmam mais que nós. Na maioria das vezes, não há problema nenhum em um cachorro dormindo 14 horas ao dia, por exemplo.

Há uma explicação científica por trás dessa questão que a explica perfeitamente o que ocorre.

Os cachorros passam menos tempo no sono REM, estágio em que os olhos se movem rapidamente abaixo das pálpebras e eles podem sonhar – de forma similar aos humanos.

blank

Enquanto ficamos cerca de 25% do tempo de sono nesse estágio, nossos cães ficam apenas cerca de 12%, segundo estudos.

Essa diferença tem sua raiz na evolução das espécies.

Nós fomos programados, ao longo dos milhões de anos, para dormir durante a noite e nos mantermos acordados durante o dia.

Já os cães, na natureza, precisavam estar atentos e responder rápido aos perigos. Tinham que acordar rápido no caso de algum problema, tendo um sono mais leve, ou seja, ficando menos em REM.

E para compensar essa deficiência de sono REM, eles acabam precisando dormir mais tempo.

Eis a explicação de porque você tem um cachorro dormindo por tanto tempo – e também porque basta chamar pra passear que ele já está pronto e animado em um segundo!

Fatores que interferem nas horas de sono

O tempo pode variar de acordo com alguns fatores, como:

Raça

Você já deve ter notado que algumas raças parecem ser mais “preguiçosas” do que as outras.

E é verdade, pois enquanto algumas foram desenvolvidas para serem apenas cães de companhia, outras são cães voltados para ajudar nos afazeres humanos.

Portanto, é normal que cães de serviço, como as raças de cachorros de pastoreio, por exemplo, sejam mais ativas.

Mesmo que esse pet não “trabalhe” de fato e viva tranquilão no seu quintal, é normal que procure por mais coisas para fazer, de acordo com a sua natureza.

Ele vai passar mais tempo farejando, correndo e buscando atividades. Com tanta distração, sobra menos tempo para as sonecas.

cachorro dormindo

Mas é claro que você verá esse cachorro dormindo frequentemente, até porque é preciso descansar…

Já outros cães não têm a mesma animação. É por isso que o seu buldogue francês passa tanto tempo de perna pro ar!

Idade

O tempo que seu cão passa cochilando também depende da fase da vida em que se encontra.

Os filhotes mais novos, assim como qualquer bebê, tendem a dormir muito mais depois de explorarem o mundo ao seu redor.

Eles ficam exaustos, e se entregam a um longo sono reparador pra começar tudo de novo!

Na juventude, o pet irá dormir o tempo normal, que varia de acordo com a raça e o nível de atividades que ele tem.

Já quando chegam à terceira idade, nossos amigos voltam a dormir um pouco mais, pois já não têm a mesma disposição de antes.

Eles também se cansam mais rápido, e em alguns casos podem até apresentar algum incômodo nas articulações que os fazem procurar uma boa cama.

Portanto, é normal ter um cachorro dormindo muito se ele já estiver em idade mais avançada.

Lembre-se que para os cães pequenos, a terceira idade começa a partir dos 8 anos. Os maiores podem ser considerados “senhores” e “senhoras” já a partir de 6 anos.

Cachorro dormindo demais por problemas de saúde e comportamento

Pode ser que você veja seu cachorro dormindo muito em casa por causa de algum problema de saúde.

Os principais causadores dessa sonolência excessiva são desequilíbrios e doenças relacionados aos hormônios e energia acumulada, causada por cuidados errados e problemas comportamentais.

Vamos falar um pouco mais sobre eles nas dicas ao final do texto. Continue acompanhando!

De quantas horas de sono os cães precisam

Com base no que vimos anteriormente, veja de quantas horas em média de sono os cachorros precisam.

Lembrando que esse não é um número exato, mas pode variar bastante de acordo com os fatores mencionados.

Filhotes

Quanto mais jovens, de mais sono eles precisam. Filhotes podem dormir entre 16 e 18 horas por dia, pois gastam muita energia para crescer e explorar.

Recarregar tudo isso leva tempo e precisa de uma caminha gostosa!

Cães jovens

Durante a juventude e vida adulta, é normal ter em casa um cachorro dormindo entre 12 e 14 horas por dia.

Ele não fará isso tudo de uma vez só, é claro, dividindo as sonecas ao longo da rotina.

Cães idosos

Você acha que seu pet está com muito sono? Pode ser por causa da idade!

Nessa fase eles voltam a dormir como os filhotes, e é comum um cachorro dormindo por cerca de 16 a 18 horas diárias.

É hora de deixar seu idoso descansar, certo?

Para ver mais dicas sobre como cuidar de um cachorro na terceira idade, confira aqui nosso artigo especial com as melhores dicas.

Cachorro dormindo demais: quando é sinal de alerta

Como já é normal ter um cachorro dormindo muito mais do que nós, nem sempre é fácil saber se o sono está sendo causado por algum problema.

A principal sugestão dos especialistas nesse assunto é ter atenção a mudanças de comportamento de sono.

Ou seja, se você já se acostumou a ver seu cachorro dormindo por um determinado período de tempo e de repente ele passou a dormir muito mais – ou até muito menos – este é um sinal de alerta.

Algumas doenças, como o hipotireoidismo, por exemplo, afetam o metabolismo, deixando o cachorro com menos disposição.

Outro motivo para a apatia e a sonolência excessiva e repentina é o estresse ou a falta de atividades.

Em alguns casos, os cachorros que não recebem a atenção nem se exercitam conforme o necessário podem até ficar entediados e depressivos, dormindo mais do que deveriam.

Por fim, há ainda os problemas de articulações e musculares.

Eles causam dores que levam o cão a ficar mais tempo em um canto ou na sua caminha / casinha, mesmo que não estejam de fato dormindo.

Então, no caso de qualquer mudança brusca, é bom contar com a ajuda do seu veterinário de confiança para uma investigação!

Dicas para seu cachorro dormir melhor

Veja agora algumas dicas para melhorar as noites de sono do seu amigo. Um cachorro dormindo bem, da forma como precisa, é garantia de mais saúde e vitalidade!

1 – Atividades físicas

Como já adiantamos, se o seu cãozinho não pratica atividades físicas o suficiente, podem ocorrer problemas no sono.

É possível tanto que ele fique entediado e até depressivo, dormindo demais, ou o contrário, elétrico por causa da energia acumulada.

Nesse último caso, prepare-se para um animal que causa problemas, chegando a destruir o que vê pela frente!

Garanta que seu amigo passeie bastante, brinque e corra por aí. Os cães precisam disso!

É um “cansaço que faz bem”, pois estimula os instintos naturais e promove aquele sono gostoso e saudável.

2 – Mantenha uma rotina de sono

Segundo os especialistas do American Kennel Club, vale a pena acostumar seu cãozinho com horários para dormir.

Se você quer que ele aprenda que a noite (ou outro momento) é hora de ficar na cama, ensine desde filhote.

Será preciso um rigor maior nessa fase de aprendizado.

filhote de cachorro dormindo

Depois, os horários podem mudar um pouco, com mais flexibilidade, e não será necessário se preocupar com seu cachorro dormindo.

Em geral, é indicado que o cão tenha uma rotina não só para dormir, mas também para passear e comer, por exemplo.

Os horários reduzem inclusive a ansiedade, pois o pet sabe o que fará em cada momento do seu dia.

3 – Alimentação balanceada para uma boa saúde física e mental

Já ouviu aquela velha frase, de que você é o que você come?

Pois é… O mesmo vale para o seu pet!

Nossos cães precisam de uma alimentação balanceada para serem saudáveis.

E não estamos falando somente da ração.

Cada vez mais os profissionais e especialistas em cachorros indicam também suplementos que turbinam a saúde e a longevidade!

Mesmo as rações premium não contêm certos nutrientes-chave para dar um passo adiante na saúde canina.

Foi pensando nisso que surgiu o Longevi, o primeiro suplemento alimentar para cães.

Ele é um superalimento criador de supercães, com um blend de 42 nutrientes e micronutrientes que promovem a saúde integral do cachorro, como:

Spirulina – fonte de aminoácidos que garantem energia ativa e controlada além de músculos saudáveis, importantes para as atividades diárias.

Probióticos – que melhoram a flora intestinal canina, aumentando a imunidade e saúde mental. Seu cão vai ficar mais animado e equilibrado!

E esses são só 2 ingredientes que melhoram a saúde e a rotina do seu amiguinho, com consequências diretas em um cachorro dormindo melhor.

Para conhecer tudo sobre os outros benefícios e nutrientes, clique aqui para assistir ao vídeo que o Julinho Casares gravou especialmente para o Longevi.

Julinho é considerado por muitos um dos maiores especialistas em comportamento canino do Brasil. Ele já resolveu o caso de vários cães no programa Bom pra Cachorro e no quadro “Enquanto meu dono não vem”, da Record.

Hora de dar ao seu pet aquilo que ele merece! Hora de dar o Longevi!

Conheça esse suplemento que já está sendo usado no Brasil todo, tanto por tutores como você e até por veterinários e canis especializados!

Compartilhe nas Redes Sociais

[easy-social-share]
blank
O original e mais reconhecido supersuplemento

Supersuplemento é um suplemento com mais de 2 funções chave, como por exemplo, ajudar a diminuir queda de pelos e aumentar o apetite. Um supersuplemento consegue entregar isso por ter propriedades nutricionais cientificamente validadas a fortalecerem mais de um marcador de saúde.

Você também pode gostar de…