Cachorro Abandonado: 8 Dicas para Quando Encontrar ou Adotar

Pensar em animais abandonados é algo que nos choca, mas essa é uma realidade que precisamos enfrentar.

Encontrar um cachorro abandonado, então, é especialmente tocante para todos aqueles que amam esses peludos!

Devemos estar atentos, pois as estatísticas mostram que os casos de abandono têm crescido a cada dia.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil o número de animais domésticos abandonados já chega a 30 milhões.

Desses, 20 milhões são cachorros!

Diante disso, é importante saber o que fazer quando encontrar um cachorro abandonado.

Basicamente, nesse caso, precisamos primeiro cuidar do animal e procurar por seu tutor.

Caso ele não tenha um, é hora de decidir entre ficar adotar ou procurar uma família para ele.

Confira algumas dicas para ajudar nesse processo.

Cachorro abandonado: o que fazer ao encontrar

1 – Aproxime-se com cuidado

Imagine a seguinte situação…

Você está andando pela rua e encontra um cachorro abandonado. Em alguns casos, o animal pode estar correndo sério risco.

Especialmente para aqueles que não estão acostumados à rua e foram abandonados recentemente, os perigos são maiores.

Dentre eles estão o risco de atropelamento ou até de comer algo envenenado.

Como o cachorro abandonado pode estar com muito medo, deve-se aproximar com cuidado.

Um cão amedrontado pode inclusive tentar morder, não por ser agressivo, mas por estar acuado e estressado.

Você pode tentar ganhar a confiança do animal, oferecendo algum alimento ou se aproximando lentamente.

Observe as reações e veja se ele está reagindo bem. Só então tome um passo a mais, tentando trazê-lo com você.

2 – Identifique o cão

O cão que você encontrou pode nem ser um cachorro abandonado, mas ter fugido de casa e estar perdido.

Por isso deve-se checar se ele não tem nenhuma identificação na coleira, por exemplo.

Caso não haja, há ainda a possibilidade de ele ter um chip de identificação, algo que tem se tornado cada vez mais comum.

O chip precisa ser escaneado com a ajuda de um equipamento próprio, sendo necessária a ajuda do veterinário.

Se você conseguir o contato do tutor, ótimo. Vai ser gratificante ver o cãozinho voltar para a sua família.

Agora, se ele realmente é um cachorro abandonado ou se não tem identificação, serão necessárias novas medidas para que encontre o tutor ou um novo lar.

Então, vamos prosseguir com os passos…

3 – Cuide da saúde do animal

Uma das primeiras atitudes a serem tomadas é levar o pet ao veterinário, para checar seu estado de saúde.

Como dissemos antes, o profissional poderá até mesmo conferir se ele não tem um chip de identificação.

Mas o mais importante dessa medida é de fato averiguar se o animal está saudável.

cachorro abandonado no veterinário

Após a primeira observação, será possível saber se há indícios de alguma doença e a necessidade de exames mais aprofundados.

É também nesse momento que o veterinário indica a vermifugação e as vacinas, se precisar.

Essas últimas são importantíssimas para os filhotes, mais expostos a doenças perigosas quando ainda não estão imunizados.

Além disso, o cachorro abandonado, ao passar algum tempo na rua, certamente trará consigo parasitas, como pulgas e carrapatos.

O profissional de saúde poderá indicar o melhor a se fazer para dar cabo desses bichinhos indesejáveis, de acordo com o estado de saúde do cão.

Alguns animais, dependo do estado, precisam até mesmo de algum tempo de internação.

4 – Procure o tutor (ou um novo tutor)

Se o cão não tem identificação mas parecia perdido, agora que ele está seguro é importante tentar encontrar o tutor.

Você tem algumas opções, como:

Fazer buscas pela vizinhança – Pergunte às pessoas próximas ao local onde você encontrou o cachorro abandonado se conhecem o animal ou sabem de alguém que perdeu o cãozinho recentemente.

Colar cartazes – Outra ideia é confeccionar cartazes e colocar pela vizinhança, alertando que um animal foi encontrado por ali e perguntando se alguém tem notícias do tutor.

Usar as redes sociais – As redes sociais ajudam bastante a encontrar donos de animais perdidos. Faça uma postagem e compartilhe com os amigos, pois ela pode viralizar e chegar à família do pet.

Agora, atenção!

Ao aparecer alguém dizendo ser o tutor do cão, certifique-se de que é verdade.

Tente conseguir alguma confirmação, como fotos do animal com a família. Isso poderá evitar pessoas mal intencionadas.

Agora, se ao final de tudo isso não aparecer nenhum tutor, você precisará encontrar uma nova família par ao cachorro abandonado.

Mais uma vez as redes sociais têm um papel muito importante.

Existem inclusive grupos somente para divulgação de animais abandonados, onde a força do compartilhamento dos usuários é garantida e funciona bem.

Pode-se ainda contactar ONGs especializadas em acolher esses cães e buscar novos lares para eles.

Por fim, há uma outra medida interessante a se tomar…

Adotar o pet!

Sim, ele pode vir a se tornar um membro valioso e muito amado da sua família. Mas saiba que adotar um cachorro abandonado requer cuidados especiais!

Confira a seguir ideias para a adoção…

Dicas ao adotar um cachorro abandonado

Além dos cuidados normais necessários para todo cão, será necessário lidar com questões de adaptação.

Essa é uma realidade especialmente para animais que tinham uma família e foram abandonados ou sofreram maus tratos. Então, veja:

1 – Calcule os gastos

Alguns podem até achar essa dica “insensível”, mas é a mais pura verdade.

Se você quer adotar um cachorro, tenha certeza de que tem os recursos necessários para isso.

Ele vai viver com você por muitos anos, precisando sempre de alimentação adequada e cuidados veterinários.

Tudo isso envolve gastos que a nova família deve estar disposta a arcar. Afinal, todos queremos dar a melhor vida possível para nossos amigos!

Muita gente toma a decisão da adoção por impulso, sem calcular se realmente pode cuidar do animal.

E quando não é possível, esse torna-se inclusive um motivo para o crescente número de abandonos.

Precisamos concordar que de nada adianta adotar um cachorro se não for possível ficar com ele!

Portanto, seja racional e tome a decisão apoiado nas suas reais condições para não enfrentar problemas mais à frente.

2 – Ofereça um espaço adequado e seguro

Sendo um cachorro abandonado ou não, todo pet precisa de um espaço adequado e seguro.

Ao adotar um cão adulto, por exemplo, você já terá ideia do porte do animal.

Essa é uma informação importante para saber se o espaço que você tem disponível será suficiente.

blank

E ao adotar filhotes, lembre-se que eles crescem!

Nesse processo, será necessário entender as necessidades do desenvolvimento – incluindo as bagunças.

Ainda com relação ao espaço, talvez possa ser necessário adequar o novo lar ao pet.

Separe o cantinho dele, onde receberá comida, água e poderá dormir na cama ou casinha.

Vale a pena aprender um pouco sobre comportamentos, como ensiná-lo a fazer xixi no lugar certo, por exemplo.

Já mostramos como fazer isso por aqui. (Clique aqui para ler o artigo).

Se você mora em apartamento, a instalação de telas de segurança pode ser interessante para garantir maior segurança ao bichinho.

Em casas, lembre-se de sempre ficar de olho no local onde o pet passa os dias.

O cachorro abandonado que viveu um tempo na rua pode tentar sair de casa para explorar seu antigo ambiente.

Então, cuidado com as portas e portões, afinal, você não quer que ele se perca!

3 – Seja paciente e o ajude a se adaptar

No primeiro momento, tudo será novidade.

Cachorros que já tem histórico de abandono ou passaram por maus tratos podem demorar um pouco mais a confiar na nova família.

Se ele se mostra um pouco arredio e desconfiado, seja paciente.

Pense um cachorro que sofria violência, por exemplo. Quais motivos ele teria para acreditar que isso não vai acontecer de novo?

Então, dê um tempo ao seu novo amigo! É possível que as experiências anteriores dele com humanos não tenham sido as melhores…

Mas com os novos cuidados, ele passará aos poucos a confiar em você. O resultado será um relacionamento saudável e ele será eternamente grato e fiel!

4 – Que tal pensar na longevidade do seu novo amigo?

Parabéns!

Você ajudou o cachorro abandonado a encontrar um novo lar… O seu lar!

cachorro abandonado no novo lar

Muitos tutores que adotaram um cão nessas condições o fazem com os animais adultos.

Isso é ótimo, pois nem todos tem essa chance quando não são mais filhotes. Mas também traz uma preocupação…

Como o animal já tem alguns anos (às vezes nem é possível saber quantos), a nova família quer passar o máximo de tempo com ele.

Então…

Como conseguir mais tempo com o cão?

É possível aumentar a expectativa de vida dele?

A resposta é um grande SIM.

Veja o caso dos humanos…

O que as pesquisas científicas mais recentes mostram é que nossa expectativa de vida só tem aumentado nas últimas décadas.

E uma das grandes responsáveis por isso é a melhora da nossa nutrição.

Além de comermos os nutrientes básicos para sobreviver, passamos a diversificar a alimentação, ingerindo mais vitaminas, minerais, probióticos e micronutrientes.

Por que não oferecer tudo isso também para nossos cães?

Com o Longevi, aumentar a longevidade do seu pet se tornou plenamente possível!

O Longevi é o primeiro super alimento para cachorros.

Ele fornece todas os elementos necessários para dar um passo além na saúde dos nossos amigos peludos.

As vitaminas e minerais ajudam no bom funcionamento do organismo, enquanto o efeito probiótico garante melhoras no trato intestinal, blindando a imunidade.

Outro exemplo é a presença spirulina, que fornece aminoácidos essenciais para a nutrição dos cachorros.

Incrível, não é mesmo?

Mas nada melhor do que ouvir a palavra de um especialista para entender.

Então, clique aqui e assista ao vídeo exclusivo feito pelo Julinho Casares, apresentador do programa Bom pra Cachorro e do quadro “Enquanto meu dono não vem”, da Record.

Ele vai explicar como o Longevi aumenta a expectativa de vida do seu pet.

Se você adotou um cachorro abandonado, temos certeza de que vai gostar de saber que ele pode viver mais tempo ao lado da sua família!

Compartilhe nas Redes Sociais

blank
O original e mais reconhecido supersuplemento

Supersuplemento é um suplemento com mais de 2 funções chave, como por exemplo, ajudar a diminuir queda de pelos e aumentar o apetite. Um supersuplemento consegue entregar isso por ter propriedades nutricionais cientificamente validadas a fortalecerem mais de um marcador de saúde.

Você também pode gostar de…

Send this to a friend