ANIMAIS

1 Simples Truque Para Dar Vitalidade E Energia Para Seu Cachorro Mais Velho

Seu cachorro tem mais de 5 anos e está “diferente”?

Você sabia que a idade pode não ser o fator principal pelo qual seu cachorro pode estar deprimido, com falta de energia, coceiras, coco mole, mau hálito, entre outras coisas?

E que, na verdade, todos esses problemas podem começar em um único órgão?

Nesta artigo vamos te apresentar exatamente o que pode estar acontecendo com seu cachorro, e ainda te apresentar uma possível solução já usada por milhares de cachorros em todo o Brasil.

Por Vetmagazine

11/11/2020 – Atualizado há 33 minutos

Parecia que o Olaf não tinha mais muitos meses de vida.

Sendo um golden retriever de 9 anos, ele teoricamente ainda tinha alguns bons anos para viver.

Deprimido, tristinho, com orelhas abaixadas… e sem muita energia.

Dava tristeza apenas de olhar para o bichinho.

Isso sem contar os choros repentinos, as alergias na pele e a queda de pelos.

Carla, sua dona, já tinha tentando fazer muita coisa.

Ela tinha mudado de ração, já tinha levado no veterinário, mas nada parecia adiantar muito.

Cachorros como o Olaf não precisam mais sofrer dessa maneira.

Claro, a idade com certeza traz consigo alguns malefícios difíceis de evitar.

Mas, nem todos eles vem realmente por conta da idade.

Na verdade, assim como no caso do Bronco, a maioria dos cachorros envelhecendo começam a sofrer por conta de um único órgão: o intestino.

O intestino é ainda mais importante do que você pode imaginar.

Assim como nos humanos, o intestino dos cachorros contém 80% das células de imunidade.

E não só isso…

É nele que moram bactérias que impactam diretamente na saúde do seu cachorro.

Para que seu cachorro esteja saudável, o número de bactérias boas deve estar equilibrado em relação ao número de bactérias ruins.

Quando há um desequilíbrio….

Seu cachorro pode ter todo tipo de problemas como:

  • Depressão;
  • Sistema imunológico comprometido (o que leva a infecções, alergias e doenças);
  • Desânimo e falta de energia;
  • Cocô molenga e muito fedido;
  • Cropofagia (comer cocô);
  • Dores abdominais (que podem levar ao choro do cachorro).

Entre outros problemas..

Com o passar da idade, seu cachorro começa a perder esse equilíbrio.

E as bactérias ruins começam a proliferar mais rapidamente do que as bactérias boas.

Mas felizmente, diversos estudos comprovaram que existe uma maneira segura de reverter alguns desses problemas de uma maneira simples.

 

Probióticos são suplementos alimentares que contém doses precisas dessas bactérias boas…

Quando ingeridas, levam ao equilíbrio de bactérias no intestino do seu cachorro, que por sua vez, podem acabar com vários dos problemas que consideramos normais para cachorros mais velhos.

Mesmo assim, o Olaf não tomou probióticos apenas.

Veja, os probióticos sozinhos ajudam seu cachorro a regular o intestino e voltar o equilíbrio entre bactérias boas e bactérias ruins.

Mas esse é apenas um dos problemas que os cachorros mais velhinhos sofrem.

Com o passar do tempo, é normal você perceber problemas no humor, na disposição, nas fezes, no hálito, na pelagem e na pele do seu cachorro.

Além dos problemas dentro do intestino, vários desses outros sintomas acontecem porque seu cachorro fica com deficiências nutricionais.

É só você pensar…

Você acha que nós humanos seríamos realmente saudáveis se comecemos apenas arroz e feijão durante anos e anos?

Provavelmente não, né?

Exato.

E o mesmo é verdade para nossos cachorros.

Com o passar da idade, é cada vez mais importante que seu cachorro ingira micronutrientes poderosos que não são encontrados nem dentro das rações mais caras.

Micronutrientes como, por exemplo:

Spirulina, o super nutriente usado pela NASA para nutrir astronautas no espaço. Estudos mostram que ela pode ajudar dando mais energia, protegendo o cérebro e aumentando inteligência e memória.

Probióticos, que são doses de bactérias boas que podem ajudar seu cachorro a melhorar problemas intestinais, deixar o cocô mais duro e menos fedido, e melhorar seu sistema imunológico.

Selênio, o super mineral que diminui danos ao DNA e auxilia em processos celulares importantes – o que pode deixar seu cachorro saudável, por mais tempo.

As vitaminas B12 e B2, que são essenciais para deixar seu cachorro com ossos e músculos fortes…

Arginina, o micronutriente que aumenta a produção de células do sistema imunológico, que pode deixar seu cachorro mais forte contra doenças e alergias…

 

E até mesmo super ingredientes como a curcuma, que é rica em anti-oxidantes que ajudam a combater os perigosos radicais livres.. E que ainda ajuda no processo de desinflamação, que é a raiz de todas as doenças… Ou seja, pode ajudar seu cachorro a ficar menos doente e com mais vitalidade

Até hoje, não era possível encontrar uma única solução nutricional que contivesse todos esses (e outros) micronutrientes com validação científica para ajudarem cachorros mais velhos.

Foi por isso que nos últimos 18 meses um grupo de cientistas e veterinários se reuniu para criar uma solução única no Brasil.

Depois de muitos testes e formulações, o Longevi foi finalmente lançado.

Com 42 micronutrientes incríveis, aprovada pelo MAPA (n registro), e por centenas de cachorros em fases iniciais, a fórmula foi enfim lançada em público pela primeira vez.

E quando ele chegou nas bocas de cachorros de todo o Brasil…

Send this to a friend