Adoção de Cachorro: 11 Dicas para Dar Certo

blank

Por Redação Petvi

Acreditamos que a nutrição personalizada é a chave para uma vida feliz – e é por isso que nos esforçamos para fornecer ao seu animal de estimação as soluções nutricionais mais avançadas do mercado.

19/11/2020

Atualmente, o Brasil é um dos países com maior número de animais de estimação no mundo.

Segundo dados do IBGE, em 2018 eram mais de 54 milhões de cães morando nos lares brasileiros.

E esse número tende a crescer…

A adoção de cachorro é cada vez mais procurada por aqueles que querem um novo membro para a família.

Junta-se a isso várias campanhas de conscientização para adoção de cachorro abandonado, cujo número infelizmente também é grande…

E você?

Também está no time daqueles que estão pensando em aumentar a família com um novo amigo peludo?

Se sim, é sempre interessante pensar bem antes de tomar essa decisão.

Afinal, o animal viverá com você por bastante tempo e não é um brinquedo. Ele requer vários cuidados!

A boa notícia é que, agindo com consciência, a adoção de cachorro só lhe trará alegrias, com um companheiro fiel para todas as horas!

Neste artigo nós selecionamos algumas dicas especiais para todos aqueles que estão pensando em adotar cachorro.

Dividimos as dicas em duas partes…

As primeiras são para quem ainda está no processo de busca por seu novo cão, e o restante é voltado para quem acaba de adotar.

Aproveite!

Dicas para a adoção de cachorro

Para você que está decidindo pela adoção de cachorro, leve em conta os detalhes a seguir:

1 – Cheque suas condições

Como comentamos no começo, o número de cães nos lares tem aumentado, mas ao mesmo tempo os abandonos também estão crescendo.

Muitas vezes, isso é resultado de uma adoção de cachorro mal planejada.

Alguns querem adotar, mas não calculam bem se terão as condições para cuidar de um cão.

É claro que não há desculpas para o abandono, mas infelizmente adotar cachorro por impulso acaba levando ao problema.

Todo mundo sabe que o principal para ser tutor de um cão é muito carinho e amor…

Mas é necessária também uma condição financeira mínima para comprar alimento e fornecer cuidados básicos de saúde, como vacinas, vermifugação e idas ao veterinário.

Não é preciso ser rico para ter um cachorro, mas tenha consciência de ele envolve alguns gastos.

Até porque temos certeza de que você vai querer dar o melhor tratamento para seu amiguinho, então faça os cálculos antes de partir para a adoção de cachorro.

2 – Verifique quanto tempo você tem disponível

Sim, você também vai precisar ter tempo para seu amigo!

Não é só adotá-lo, dar comida… E deixá-lo sozinho!

Um cão precisa de passeios diários, o que ajuda a manter a saúde física e mental.

Eles são animais sociáveis, que precisam interagir e brincar. Então tenha certeza de que vai ter sempre um tempinho disponível!

3 – Cão de raça ou vira-lata?

Agora que você já tomou a decisão e viu que a adoção de cachorro está dentro das suas condições, é hora de procurar seu novo amigo.

Muitos tutores escolhem um animal de raça, porque isso permite de certa forma prever o comportamento e principalmente o tamanho que pet vai ficar.

adoção de cachorro

Essa é uma demanda daqueles que não tem tanto espaço, como pessoas que moram em apartamento ou casas menores.

Se é o seu caso, confira aqui uma lista com as melhores raças pequenas de cachorro para apartamento, que pode ajudar nessa escolha.

Mas lembre-se que, como se trata de uma adoção de cachorro, nem sempre será possível encontrar a raça desejada.

A maior parte dos animais disponíveis para serem adotados são os SRD (sem raça definida), ou seja, os famosos “vira-latas”.

Mas não se engane… Eles serão uma ótima companhia!

Até mesmo por conta da mistura, costumam ser bastante adaptáveis e saudáveis, podendo se acostumar ao novo lar facilmente.

Se estiver preocupado com o porte, a dica é adotar um SRD que já chegou à vida adulta, assim você não vai ter nenhuma surpresa.

Todo cão, seja de raça ou não, merece um lar e muito amor de uma família!

4 – Procure um canil ou ONG

Em geral, é possível encontrar nas cidades os canis mantidos pela administração municipal, com cães disponíveis para adoção.

Você certamente poderá visitar o local para procurar pelo seu novo amigo!

Há também aqueles canis mantidos por ONGs de proteção animal ou até protetores independentes, que cuidam de animais em situação de abandono ou de rua até que eles encontrem um novo lar.

adoção de cachorro

Em ambos os casos, ao fazer a adoção de cachorro, costuma-se fazer uma triagem com os adotantes, pois essas organizações querem se certificar de que a pessoa realmente tem as condições de adotar.

Após esse processo, o novo tutor geralmente assina um termo de compromisso de adoção, no qual se compromete a cuidar bem do bichinho.

Um detalhe importante antes de levar seu novo amigo para casa é conferir um pouco sobre seu estado de saúde e cuidados.

Veja se passou por castração, já tomou vacinas (e quais tomou) e se foi vermifugado.

5 – Procure na internet

Outra opção para a adotar cães é a internet, onde os grupos citados anteriormente fazem buscas por adotantes.

Há ainda os grupos de adoção em redes sociais, cada vez mais usados com esse objetivo.

Por fim, existem até mesmo sites especializados em adoção de cachorro, onde os perfis dos animais são disponibilizados, levando em conta tamanho, sexo, idade e local onde o cão se encontra.

Preparando sua casa para a chegada do novo membro da família

Agora que você já adotou seu novo amigo, veja os cuidados necessários para que ele se adapte bem.

6 – Primeiros cuidados de saúde

A primeira coisa que se deve fazer após a adoção de cachorro é levá-lo ao veterinário.

Faça um check-up completo para conhecer o estado de saúde do seu amiguinho.

Pode ser preciso também dar as vacinas e remédios para eliminar possíveis vermes.

O veterinário fará as indicações necessárias de acordo com o porte e a idade do pet.

Siga as recomendações o quanto antes, para prevenir doenças e tratar problemas que possam estar ocorrendo com o cão.

7 – Arrumando o “quarto”

Na nova casa, seu cãozinho vai precisar de um espaço só dele, onde vai tirar aquela gostosa soneca.

Providencie uma caminha ou uma casinha adequada, de acordo com suas possibilidades e o local onde vive

Existem modelos de todos os tamanhos e preços, e não vai ser difícil encontrar o “quarto” ideal para seu novo amigo.

Esse conforto vai inclusive ajudá-lo a se adaptar à nova realidade, tendo um cantinho onde se sentirá seguro!

8 – Utensílios

Agora, separe os potes para água e ração.

Alguns tutores costumam reaproveitar outros potes que têm em casa, enquanto outros preferem adquirir potes especiais, próprios para cães.

Seja qual for a sua escolha, tenha em mente o tamanho do cão, para não oferecer potes nem tão grandes nem tão pequenos.

A água deve ser disponibilizada sempre, enquanto a alimentação deve ter horários certos.

blank

Alguns brinquedos também são uma boa ideia, principalmente para filhotes e cães mais novos.

Como eles adoram morder, fornecer utensílios próprios para isso vai evitar que destruam o que não deve, como sapatos e até móveis.

Se mesmo assim esse hábito persistir, ele pode indicar um cachorro estressado que está precisando gastar mais energia.

Clique aqui para ver nosso artigo especial sobre o estresse canino e como lidar com ele!

9 – Cuidando das necessidades do novo cão

Seu cãozinho agora precisa aprender algumas “regras de casa”, como os locais onde pode (e não pode) fazer xixi e cocô, por exemplo.

Há a opção de ensiná-lo a fazer as necessidades em um jornal ou tapete higiênico, ou educá-lo para sempre fazer durante os passeios.

Veja aqui um passo a passo para ensinar da melhor forma possível!

Por fim, não se esqueça da prática de exercícios.

Os passeios e brincadeiras devem ser diários, ajudando tanto na parte física quanto na socialização e saúde mental.

10 – Paciência para educar seu novo amigo

Com a adoção de cachorro, muitos tutores ficam de cabelo em pé por causa do período de adaptação.

Mas é preciso ter paciência!

Seu amigo acaba de chegar em um lugar totalmente novo, com uma família que ainda não conhece bem.

Ele também está aprendendo e se acostumando a novas regras.

Seja paciente nessa fase inicial. Embora às vezes tudo pareça estar uma bagunça, as coisas aos poucos entram no eixo.

É claro, quanto melhor você educar o pet, mais rápido todos vão se adaptar.

Pode-se até mesmo contar com a ajuda de um especialista em comportamento canino, o que acelera o processo e garante qualidade de vida para todos.

11 – Nutrição

O que ninguém vive sem? Sim, comida!

Seu cachorro precisa se alimentar diariamente para conseguir os nutrientes necessários para uma ótima saúde.

Mas o que todos os tutores estão buscando nesse momento é dar um passo além nessa nutrição canina.

As rações até contêm os nutrientes básicos, mas mesmo as mais caras do mercado não passam disso!

Nós, os seres humanos, aumentamos nossa saúde e expectativa de vida na medida que diversificamos nossa alimentação.

Se comêssemos “só o básico” todos os dias, estaríamos perdidos!

Então, além de fornecer os nutrientes principais para o seu cachorro, que tal oferecer um combo de 42 micronutrientes que aumentam a imunidade, a inteligência, os pelos, músculos e a longevidade do seu amigo?

Esse é o objetivo do Longevi o primeiro superalimento para cães!

Basta misturar o suplemento na ração que você já usa para transformar o seu pet em um super cão!

Quer saber mais?

É só clicar aqui e assistir um vídeo exclusivo gravado pelo Julinho Casares, apresentador do programa Bom pra Cachorro e do quadro “Enquanto meu dono não vem”, da Record.

E tanto faz se a adoção de cachorro foi recente ou se você já tem um cão em casa. De qualquer forma seu pet vai se beneficiar, pois o Longevi fornece os nutrientes e micronutrientes fundamentais para cachorros de todas as i

Compartilhe nas Redes Sociais

blank
O original e mais reconhecido supersuplemento

Supersuplemento é um suplemento com mais de 2 funções chave, como por exemplo, ajudar a diminuir queda de pelos e aumentar o apetite. Um supersuplemento consegue entregar isso por ter propriedades nutricionais cientificamente validadas a fortalecerem mais de um marcador de saúde.

blank

Por Redação Petvi

Acreditamos que a nutrição personalizada é a chave para uma vida feliz – e é por isso que nos esforçamos para fornecer ao seu animal de estimação as soluções nutricionais mais avançadas do mercado.

19/11/2020

Você também pode gostar de…

Send this to a friend