10 Fatos sobre o Pinscher para Saber Tudo sobre a Raça

blank

Por Redação Petvi

Acreditamos que a nutrição personalizada é a chave para uma vida feliz – e é por isso que nos esforçamos para fornecer ao seu animal de estimação as soluções nutricionais mais avançadas do mercado.

06/03/2021

O pinscher é uma das raças de cachorro pequeno mais conhecidas e queridas no mundo todo.

Esses cãezinhos chegam a no máximo 6 kg de peso e 30 cm de altura, e por isso costumam ser procurados por pessoas que vivem em espaços menores, como apartamentos.

Mas diferentemente de alguns cães menores, o pinscher é bem mais ativo, como vamos ver mais à frente.

No Brasil, são ao mesmo tempo adorados… E motivo de divertimento, já que são o alvo de piadas e memes na internet graças ao seu temperamento que muitos consideram “explosivo”…

Mas será que eles são realmente “50% ódio, 50% tremedeira” como dizem por aí?

É o que vamos descobrir hoje – além de vários outros detalhes de cuidados e comportamento.

Confira!

Fatos sobre o pinscher que você precisa conhecer

1 – Não é “parente” do dobermann

Muita gente acredita que o pinscher é uma espécie de dobermann em tamanho menor.

Afinal, as raças são bem parecidas, tanto no físico quanto no padrão de cor preto com manchas – com a diferença óbvia do tamanho…

blank

Mas na verdade, os especialistas afirmam que apesar de ser natural da Alemanha, como o doberman, o pinscher provavelmente se originou a partir do cruzamento das raças grayhound, daschund e cães terrier.

Não há um consenso sobre quando a raça apareceu pela primeira vez, mas algumas pinturas antigas mostram cachorrinhos parecidos com o pinscher, dando um indicativo de que eles já existiam antes do século 18.

É importante destacar que existe ainda o “pinscher alemão”, parecido com o pinscher miniatura que conhecemos, mas de tamanho um pouco maior.

2 – Tem fama de bravo

Bom, que o pinscher tem fama de bravo você já sabe, né? Mas, por quê?

O fato é que, apesar do tamanho, esse pequeno tem um comportamento similar ao de um cão de guarda.

Ou seja, está sempre atento a tudo ao seu redor, alertando os tutores de que pode haver algo errado…

Ou que eles correm algum perigo (ao menos do ponto de vista do cachorro).

Como todo cão, o pinscher precisa ser educado e treinado de forma correta para evitar possíveis problemas.

3 – É muito leal ao tutor

Quem tem ou já teve um pinscher sabe como ele é leal aos tutores.

Quando está em família, adora brincar e se divertir.

E é também essa lealdade – somada ao instinto de guarda – que também dá a fama de bravo ao cão.

Ele sente que precisa proteger o território e as pessoas queridas a qualquer custo, o que às vezes é traduzido em muitos latidos e até ataques a desconhecidos.

4 – Pode ter problema com outros animais

Assim como no caso das pessoas menos conhecidas, animais diferentes também podem ter problemas com o pinscher.

Trata-se de um comportamento instintivo de um cão mais territorialista.

Por causa de desse temperamento, o cãozinho “não leva desaforo pra casa”.

Quando se sente ameaçado por outros cachorros, pode partir pra cima deles, não importando que o rival seja maior.

Mas, atenção…

Não se preocupe com esses 3 últimos itens da lista – que talvez façam o pinscher parecer um cão “malvado” ou algo do tipo.

Não é nada disso.

Mais uma vez, devemos destacar que tudo depende da criação do animal, e os excessos podem sim ser evitados – principalmente quando o adestramento começa cedo.

Acostumá-lo a ter uma boa convivência com as pessoas e animais será bom para toda a família e especialmente para o pet, que terá uma vida mais tranquila.

Nada de ódio, nem tremedeira!

5 – Pode ter 2 cores diferentes

O padrão da raça pinscher inclui duas cores.

O mais conhecido é o pinscher preto com focinho e patas avermelhadas – que é o que costuma gerar as confusões por se parecer com o dobermann.

Mas há também os que tem a pelagem totalmente avermelhada.

pinscher vermelho

Outra característica importante dos pelos é que eles são densos, mas bem curtinhos.

Em algumas épocas do ano, os fios costumam cair bastante, então vale a pena escovar o seu pet pelo menos 1 vez por semana para evitar uma casa cheia de pelos.

6 – Tem muita energia pra gastar

O pinscher é bastante atlético, e tem muita energia pra gastar.

Inclusive, se o seu pequenino fica latindo muito e destruindo as coisas, como se estivesse estressado…

Bom, pode ser que esteja estressado mesmo, como já comentamos por aqui.

Cães precisam gastar a energia física e mental, o que o pinscher tem bastante.

Os cachorros dessa raça precisam dar boas caminhadas, e brincar ao ar livre também é uma boa ideia, se possível.

Apenas tenha atenção para que a atividade física seja na quantidade ideal.

Por serem pequenos, nem sempre eles precisam de caminhar longas distâncias como os cachorros maiores para terem suas necessidades de gasto energético garantidas.

7 – Não costuma apresentar muitos problemas de saúde e vive bastante

Essa é uma boa notícia para os amantes da raça.

Em média, esses pequenos valentes vivem muito, 15 anos em média.

Não costumam apresentar muitos problemas de saúde.

O mais frequente deles a luxação patelar, que segundo a ciência é comum também em outras raças pequenas.

8 – Tem diferentes tamanhos

Você já ouviu falar de pinscher zero, 1, 2 etc.? Pois é!

Eles já são pequenos… Mas alguns são menores ainda do que você imagina!

Veja:

  • Pinscher 0 – aqueles que não passam de 2.5 kg quando adultos.
  • Pinscher 1 – até os 3 kg.
  • Pinscher 2 – cerca de 4 kg de peso
  • Pinscher miniatura – o padrão mais comum, com cerca de 30cm de altura e pesando até 6 kg.

9 – É sensível a baixas temperaturas

Como o pinscher é pequeno e tem os pelos bem curtinhos, ele pode se sentir incomodado em locais mais frios.

Então não se esqueça de fornecer uma cama e um cobertor quentinhos para esse pequeno grande amigo!

10 – Precisa de uma alimentação balanceada

Essa é uma dica que não vale só para o pinscher. Afinal, todo cachorro precisa de uma alimentação balanceada.

Mas alguns cães dessa raça podem apresentam tendência a se tornar obesos.

Então, a primeira coisa que você precisa evitar é o excesso de comida.

Siga as recomendações do seu veterinário para oferecer apenas a quantidade necessária de comida. E cuidado com os petiscos!

Por conta do tamanho reduzido do cãozinho, não é incomum passar da dose.

pinscher preto

E aí, como o pet vai estar consumindo mais calorias do que consegue gastar, certamente vai ficar acima do peso – com todos os problemas decorrentes disso.

Hoje, uma forma de manter seu cão bem nutrido e evitar a obesidade é contar com suplementos caninos.

O Longevi, o primeiro super suplemento para cães do Brasil, pode ajudar bastante!

Porque contém…

Aminoácidos essenciais, deixando seu pinscher com músculos fortes para correr e brincar.

Micronutrientes como a spirulina, que fornece ânimo e energia de forma controlada para todas as atividades diárias do pet.

Probióticos, que melhoram a digestão e a absorção de nutrientes pelo organismo, além de dar uma força na imunidade.

E mais…

São 42 vitaminas, minerais e micronutrientes naturais que melhoram vários aspectos da saúde do cão: dos pelos ao cérebro!

Para conhecer melhor o Longevi, nada melhor do que ouvir um especialista.

Julinho Casares, apresentador da Record e um dos maiores nomes do Brasil em comportamento canino gravou uma pequena videoaula explicando como o Longevi funciona, todos os benefícios e como usar para o seu cachorro – seja ele um pinscher ou não!

Então, clique aqui para assistir e aprender a melhorar a vida do seu melhor amigo!

Compartilhe nas Redes Sociais

blank
O original e mais reconhecido supersuplemento

Supersuplemento é um suplemento com mais de 2 funções chave, como por exemplo, ajudar a diminuir queda de pelos e aumentar o apetite. Um supersuplemento consegue entregar isso por ter propriedades nutricionais cientificamente validadas a fortalecerem mais de um marcador de saúde.

blank

Por Redação Petvi

Acreditamos que a nutrição personalizada é a chave para uma vida feliz – e é por isso que nos esforçamos para fornecer ao seu animal de estimação as soluções nutricionais mais avançadas do mercado.

06/03/2021

Você também pode gostar de…

Send this to a friend